segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Dois dirigentes do Sinproesemma integram nova gestão da CNTE

Dois dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) vão participar da nova gestão da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) para o quadriênio 2017-2021. 
Na nova diretoria, a presidente do Sinproesemma, Benedita Costa, continuará na função de titular do Conselho Fiscal da entidade, a qual exerce desde a gestão anterior.
Já o secretário de Administração e Patrimônio, Raimundo Oliveira, assumirá, pela primeira vez, o cargo de diretor executivo da CNTE.
A eleição da chapa 30 – Resistência e Luta, que contou com mais de 85% dos votos, ocorreu no último sábado, dia 12, em Brasília, no Distrito Federal, onde ocorreu o 33° Congresso dos Trabalhadores em Educação.
A CNTE, entidade à qual o Sinproesemma é filiado, reúne sindicatos trabalhadores em educação em mais de 20 estados e serve como instância para orientar as entidades de classe associadas acerca dos passos a serem tomados para enfrentar a desvalorização profissional e garantir a educação pública de qualidade.

Mercado oferece poucas vagas para trabalhadores(as) com mais de 65 anos

Dados do IBGE, do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) mostram que apenas 0,3% dos trabalhadores e trabalhadoras na ativa no país tinham mais de 65 anos de idade em 2015. Isso representa cerca de 137 mil brasileiros (as).
O levantamento expõe um problema que se agravará se a proposta de reforma da Previdência do governo federal for aprovada: como o mercado de trabalho irá absorver os trabalhadores idosos que terão de continuar na ativa após os 65 anos se quiserem manter o seu padrão de vida na terceira idade. 
Estimativas do IBGE apontam que a população brasileira tem cerca de 16 milhões de pessoas com mais de 65 anos. No entanto, apenas 137,6 mil delas ocupam vagas formais no mercado de trabalho, de acordo com dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2015. Esse grupo representa apenas 0,3% dos 48 milhões de trabalhadores formais na economia brasileira em 2015.
Além dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que englobam os trabalhadores celetistas (regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT), os números da Rais também incluem os servidores públicos federais, estaduais e municipais, além de trabalhadores temporários.
De acordo com a Rais de 2015, dos 5.570 municípios do país, 906 não tinham nenhum trabalhador com essa idade. A maior parte dos municípios (4.234) tinha, cada um, menos de 50 trabalhadores com 65 anos ou mais.
Entre as cidades com trabalhadores acima de 65 anos, aquela que tem mais pessoas nessa condição é São Paulo (15.756), seguida por Rio de Janeiro (10.935), Belo Horizonte (3.652), Brasília (3.508), Fortaleza (3.116), Salvador (3.072), Porto Alegre (3.011), Curitiba (2.957), Recife (2.873) e Belém (1.897).
 
Fonte: Portal CTB 

Heleno Araújo é eleito novo Presidente da CNTE

Heleno (de vermelho) é eleito novo Presidente da CNTE
“Companheiro Heleno tenho certeza que você continuará fazendo um ótimo trabalho à frente da CNTE por sua dedicação e empenho nas lutas, já conhecidos por todos”.
Foi com esse sentimento que Roberto Leão, presidente da gestão (2008-2017), passou o cargo ao novo presidente da CNTE Heleno Araújo.
“Eu assumo o compromisso de continuar resistindo com firmeza determinação na defesa dos direitos dos trabalhadores, contra esse governo golpista e pela volta da democracia nesse país”.
O presidente eleito Heleno Araújo afirmou que a Confederação continuará defendendo os interesses de mais de 4 milhões de profissionais da educação básica do Brasil.
Composta por 31 integrantes, além da secretaria executiva adjunta e do conselho fiscal, a nova diretoria contempla representantes de todos os estados brasileiros e reflete o perfil democrático e pluralista que sempre pautou a atuação da CNTE e que será intensificada na gestão que se inicia.
Heleno Araújo fez um balanço positivo do 33º Congresso Nacional: “Realizamos um evento democrático, em que todos tiveram a oportunidade de interagir com trabalhadores em educação do Brasil e do mundo. Tenho certeza de que a CNTE sai ainda mais fortalecida”.
O 33º Congresso Nacional da CNTE foi encerrado neste domingo (15), com a posse da nova diretoria da Confederação. O evento reuniu 2.500 trabalhadores em educação, de todo o país, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.
Perfil do novo presidente
Heleno Manoel Gomes de Araújo Filho, natural de Pernambuco (PE), é formado em Ciências Físicas e Biológicas, com habilitação em Biologia pela Faculdade Olindense de Formação de Professores (FOFOP) da Fundação de Ensino Superior de Olinda (FUNESO). Professor da Educação Básica da rede pública do Estado de Pernambuco e da rede municipal de Paulista.
Atualmente é coordenador do Fórum Nacional de Educação (FNE), diretor de Assuntos Educacionais do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE) e Secretário de Assuntos Educacionais da Confederação Nacional dos trabalhadores em Educação (CNTE).

Após 15 anos Amapá do Maranhão terá o primeiro prédio escolar da rede estadual


A comunidade escolar do município de Amapá do Maranhão terá, em breve, o primeiro prédio da Rede Estadual de Ensino. A ordem de serviço foi assinada pelos secretários de Estado, Felipe Camarão (Educação) e Clayton Noleto (Infraestrutura), na sexta-feira (13), durante missão do Governo do Estado nos municípios que compõem a Região do Gurupi, litoral ocidental maranhense.

“Esperávamos por isso há mais de 15 anos. Representa um anseio da comunidade, atendido pelo atual governo, e é um momento marcante para os alunos do Ensino Médio de Amapá”, destacou a professora Celi Santos, gestora do Centro de Ensino Professor João Teixeira Sousa, que, por falta de prédio, funciona, atualmente, em uma escola cedida pela Prefeitura de Amapá do Maranhão.

A prefeita Tatiane Maia ressaltou a importância da construção da escola para a cidade. “Estou muito feliz porque nossa cidade está ganhando uma escola. Parabenizo o governo pelos investimentos em educação”, disse ao participar da assinatura da ordem de serviço.

“Herdamos uma rede com cidades que sequer possuíam prédios escolares do Estado e nossa meta é construir escolas nesses municípios, com a parceria da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), possibilitando aos nossos alunos uma educação de qualidade”, revelou o secretário Felipe Camarão.

O secretário Clayton Noleto frisou que atos semelhantes à assinatura da ordem de serviço para construção da escola em Amapá do Maranhão têm ocorrido em todo o estado. “Há um amplo programa de melhoria da rede física escolar no estado, com obras de construção, reconstrução, reformas e manutenção de escolas para que os alunos aprendam com qualidade”, declarou.

Gestão democrática

Durante a agenda institucional na Região do Gurupi, o secretário Felipe Camarão e auxiliares participaram de reunião, no Centro de Ensino Dr. Tarquínio Lopes Filho, em Carutapera, com professores e gestores educacionais dos municípios de Godofredo Viana, Boa Vista do Gurupi, Carutapera, Amapá do Maranhão e Luís Domingues.

Na pauta, questões relacionadas aos caixas escolares, quadro de pessoal docente, ações de valorização do educador como a ampliação de jornada e a unificação de matrícula docente, infraestrutura das escolas e a construção do Núcleo de Educação Integral em Zé Doca, que beneficiará alunos de escolas das redes municipais e estadual da região.

“Nunca tinha visto a presença do governo e de um secretário ouvindo a escola. Fui gestora oito anos nessa escola e estou muito feliz em presenciar esse momento”, disse a professora de Biologia, Célia Lins, que leciona há 25 anos no C.E. Dr. Tarquínio Lopes Filho. Também professor em Carutapera, Gilberto de Sousa Silva considerou proveitosa a reunião. “Foi gratificante o encontro e muito esclarecedor, todos os professores levaram para seus municípios a mensagem do governo para a educação”, avaliou.

O secretário Felipe Camarão afirmou que o diálogo é uma das marcas da gestão estadual. “Estamos construindo uma nova cultura de gestão educacional no Maranhão, com participação de todos. Essa é a gestão democrática, que dialoga, ouve as demandas e encaminha soluções junto à comunidade escolar. Um compromisso do governador Flávio Dino”, explicou Felipe Camarão.

domingo, 15 de janeiro de 2017

CNTE elege nova Diretoria e aprova plano de lutas



chapa030 2
Nova Diretoria e forças políticas


Com 86,8 % dos votos, a Chapa 30 - Resistência e Luta venceu as eleições para a Direção Executiva e Conselho fiscal da CNTE para a próxima gestão.

Com a vitória, Heleno Araújo assume a presidência da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação.
Três Chapas se inscreveram para disputar o pleito. Além da vencedora, a Chapa 10 - Independência e autonomia: colocar a CNTE na rua contra os ajustes de Temer e do Capital, com 9,7% dos votos e a Chapa 20 - Não ao golpe: unidade para lutar, com 3,3%.
A Nova Diretoria é resultado da aliança de seis forças políticas dentro da CNTE e significa em parte continuidade “já que temos quase 50% de renovação no conjunto da chapa”, avaliou Heleno. Segundo ele, a nova composição traz diretores da antiga gestão em novos cargos e novos membros.
“Isso já é uma mudança importante. Eu, por exemplo, estava na politica educacional e agora assumo a presidência. São alterações que dão um respiro para quem está mudando de posição dentro da direção e para os novos que chegam com energia e disposição para aprender e fortalecer ainda mais a luta conosco”, anima-se.
Para 2017, a nova direção prevê um ano crucial, com muita união e mobilizações. “Será um ano difícil e as resoluções do próprio congresso já apontam para isto”, avalia. O calendário de luta, segundo ele, já deve começar em fevereiro antes do carnaval com a preparação para a greve geral da educação, em 15 de março.
“Vai ser um ano de fato atípico com uma dinâmica diferente de anos anteriores. Percebemos uma disposição da categoria de não perder direitos, de não mudar o processo da previdência, de manter o financiamento para a educação de forma a atender a lei de proteção da educação e as lei que estão sendo aprovadas no congresso estão na contramão de tudo isso”, ressalta.
De acordo com Heleno, as reflexões e questionamentos durante o 33º Congresso indicou a disposição de um processo de unificação e de luta. “Mesmo as posições divergentes colocadas no congresso e a exposição dos palestrantes mostrara a necessidade de buscar esta unidade . Então, o congresso deu este tom e vamos continuar lutando por isso. A CNTE não está isolada”, destacou.
Heleno revelou que é preciso buscar por outros cantos e espaços “para que possamos marchar enquanto classe trabalhadora juntos, reunidos e firmes para barrar este golpe , restabelecer a democracia no país, evitar que direitos da classe trabalhadora sejam perdidos e avançar naquilo que ainda é preciso na área da educação e de outros direitos sociais pela população brasileira como um todo”, concluiu.

Fonte: CNTE



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Marden Ramalho ministra palestra sobre Comunicação Sindical neste sábado (14) no Calhau Praia Hotel

Acima Marden Ramalho participa de Seminário Sindical
promovido pelo SINFA/MA
O Radialista, Blogueiro e Coordenador do Plataforma Sindical Marden Ramalho ministra palestra nesse sábado (14), às 10:30, no Auditório do Calhau Praia Hotel, na Litorânea. 

A atividade é parte das ações que a Diretoria do SINDEHOTEIS realiza para qualificar os dirigentes na luta sindical e pautar os temas de interesse da sociedade entre os trabalhadores e trabalhadoras.

Na palestra sobre Comunicação Sindical Marden Ramalho apresentará Conceitos de comunicação e a comunicação sindical, ao mesmo tempo em que fará abordagem política do tema ligado à luta pela democratização da comunicação, identificará as ferramentas utilizadas para fazer comunicação, a Diretoria e a demanda de comunicação nas e para as entidades, comunicação em tempos de Redes Sociais.

"Este é um tema instigante e está na pauta dá sociedade principalmente do movimento sindical. Falar e interagir diretamente com os trabalhadores e trabalhadoras é fundamental.", disse o Radialista Marden Ramalho. 



Edivaldo Holanda Jr. garante apoio para Tema na disputa pela Famem

O prefeito de Tuntum, Cleomar Tema (PSB), recebeu nesta sexta-feira
(13) o apoio oficial do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior
(PDT), a sua candidatura à presidência da Federação dos Municípios do
Estado do Maranhão (FAMEM), biênio 2017/18.

Tema lidera a chapa “Prefeito Humberto Coutinho”, formada por gestores
de várias regiões do estado e, cujo registro, foi deferido pela
comissão eleitoral que coordena o pleito marcado para acontecer nesta
segunda-feira (16), das 8h30 às 17h30, na sede da entidade
municipalista, localizada no Parque Calhau, em São Luís.

Cleomar Tema  poderá concorrer sozinho na disputa, uma vez que o
registro da chapa da prefeita de Rosário, Irlahi Moraes (PMDB), foi
indeferido pela comissão eleitoral.

“Tema é um gestor experiente, já foi prefeito cinco vezes de Tuntum e
duas vezes comandou a FAMEM. Tenho certeza que fará novamente um
grande trabalho em favor do fortalecimento do municipalismo no
Maranhão”, afirmou Edivaldo Júnior, que é presidente de honra da
Federação.

Também participaram do encontro o deputado federal Weverton Rocha (PDT); o secretário municipal de Articulação Política e ex-deputado, Jota Pinto; além  dos prefeitos Francisco Nagib (Codó), Zezildo Almeida (Santa Helena) e Idan Torres (Santa Filomena) – este último figura como candidato ao cargo de Diretor de Segurança na chapa encabeçada por Tema.

Weverton Rocha também destacou o perfil conciliador e de municipalista
nato de Cleomar Tema.

De acordo com ele, a FAMEM, na gestão do prefeito de Tuntum, continuará avançando e as cidades se fortalecendo.

Tema agradeceu o apoio e as declarações de incentivo. Ele explicou
que, mesmo diante de um quadro de disputa que já não mais existe,
continua sendo um político de diálogo e conciliação.

“Vou administrar a Federação com todos os prefeitos e prefeitas do
Maranhão, independentemente de bandeira partidária. Nosso trabalho
consistirá em, juntos, trabalharmos pelo desenvolvimento das cidades”,
disse.